Artigo

A importância fundamental de dar continuidade ao supply chain

Por Manhattan Staff,
The Critical Importance of Supply Chain Continuity

Em momentos como esse, percebemos como a interconectividade e a interdependência estão presentes no mundo. Como o coronavírus continua impactando economias, negócios e indivíduos em todo o mundo, o papel e a continuidade das supply chains tornaram-se mais importantes do que nunca. 

O ambiente atual ressalta a importância que as supply chains do século XXI têm para nossas vidas, garantindo que os supermercados sejam abastecidos com itens essenciais para o sustento básico e que os pedidos online sejam entregues prontamente àqueles que são vulneráveis. A resiliência e a capacidade de resposta do supply também estão em evidência, porque continuam a permitir o fluxo de suprimentos críticos para nossas comunidades.

Geralmente nos referimos ao supply chain como uma entidade única, mas essa entidade é composta por várias partes diferentes e grandes equipes de mão de obra. Como nossos heróis da saúde, os profissionais do supply chain, desde a pessoa da linha de montagem até o motorista entregador, também estão na linha de frente trabalhando para ajudar a manter a vida e o comércio em funcionamento em tempos tão desafiadores.

Mesmo antes da pandemia do coronavírus, os centros de distribuição já trabalhavam com um equilíbrio delicado dada a escassez de talentos existente para entregar mercadorias aos destinos em tempo hábil. Quando se restringe ainda mais a mão de obra com bloqueios em todo o país, medidas de auto-isolamento e distanciamento social, é possível ver os desafios assustadores que os supply chains enfrentam atualmente.

Apesar dos desafios, nossa sociedade nunca teve uma necessidade tão grande da supply chains, a tecnologia que os sustentam e as pessoas que os fazem funcionar. À medida que empresas, mão de obra e consumidores se preparam para enfrentar os impactos das medidas de proteção no local, é primordial repor as prateleiras com itens que salvam e sustentam a vida.

Em resposta ao pico de demanda gerado pela pandemia global, varejistas e empresas estão redimensionando suas equipes de armazém e da rede de distribuição. Ao mesmo tempo, os centros de distribuição estão direcionando a tecnologia de gestão de armazéns para avaliar estoques, prever picos e coordenar os turnos e rodízios de funcionários para manter tudo em funcionamento.

Também vemos varejistas redirecionando estoques e recursos entre os canais. Por exemplo, devido ao aumento gigantesco de pedidos de comércio eletrônico, os varejistas estão disponibilizando mais itens de seu estoque para compra online. Com o fechamento de mais lojas físicas, muitos varejistas estão direcionando seus funcionários para atender pedidos online.

Além da importância dada atualmente ao álcool em gel e ao papel higiênico, há uma mensagem séria aqui: a continuidade do supply chain é essencial para dar certa aparência de normalidade durante a pandemia. O mundo está presenciando a criatividade, a engenhosidade e a dedicação desse setor-chave. Já vemos algumas histórias muito criativas e heroicas de empresas que estão superando níveis de demanda sem precedentes para colocar itens críticos nas mãos certas.

Cumpra sua promessa aos clients